ASSOCIAÇÃO DOS POLICIAIS CIVIS DO ESTADO DO PIAUÍ
Prorrogação do decreto de isolamento social por mais 17 dias

O governador Wellington Dias (PT) prorrogou por mais 17 dias, o decreto que estabelece o isolamento social no estado, como forma de combater a disseminação do coronavírus. A decisão tomou como base orientações do Comitê de Operações Emergenciais (COE) e foi anunciada nesta quarta-feira, dia 20, durante uma live nas redes sociais. O decreto de quarentena vence nesta quinta. O novo prazo vai até 7 de junho.

A diretoria da Apocepi, informa que todas as atividades, sejam na sede administrativa quanto na sede social, continuam paradas, seguindo as orientações das autoridades responsáveis.

O governador anunciou a elaboração de protocolos para a retomada de atividades, de acordo com as normas de saúde necessárias durante a pandemia. Uma reunião no dia 2 de junho foi marcada para anúncio dessas medidas. 

Wellington Dias, afirmou que há a expectativa de estabilização do número de casos, com menor demanda hospitalar. "Nós chegamos até aqui juntos. É como diz o ditado: nadamos, nadamos e não queremos morrer na praia. Queremos garantir que o Piauí tenha uma condição segura e responsável, e possamos enfrentar e vencer o coronavírus com menos perdas", declarou. 

Para a decisão do adiamento, o governador levou em consideração os índices de isolamento que, em média, giram em torno de 50% no Piauí, além da taxa ainda alta de transmissão do vírus e a demanda por leitos de UTI, que já se aproxima do esgotamento.

De acordo com dados da prefeitura de Teresina, a ocupação dos leitos de UTI já chega a 64% na capital, entre públicos e privados. Nesta quarta, a Secretaria de Saúde informou que, durante a pandemia do coronavírus, o sistema de saúde do Piauí já atendeu mais de 80 pacientes de estados como Maranhão, Pará, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal. Até o momento, o Piauí identificou 86 casos positivos de Covid-19 em pacientes oriundos de outros estados. 

Sobre a retomada das atividades econômicas, Wellington Dias vai criar um comitê formado por gestores das secretarias de Planejamento e Desenvolvimento Econômico para fechar um plano de retorno gradual das atividades econômicas.

O governador afirmou que quer contar com a participação de empresários, Ministério Público, Defensoria Pública e outros órgãos que possam contribuir na elaboração dos protocolos. A intenção é anunciar no dia 2 de junho o pacote de medidas e quais setores vão ser abertos primeiro. 

 

Publicada em 21/05/2020 11:37:24

Fonte: Diretoria de Comunicação Social da APOCEPI